Fundos Verdes

Um dia, as minhas poupanças vão salvar o mundo!

 

O consumidor de hoje leva a sério as suas responsabilidades sociais e procura agora dar sentido às suas economias e investimentos. Não surpreende, então, que os bancos estejam a aumentar os seus investimentos em Responsabilidade Social Corporativa (RSC).
Olhemos para esta tendência emergente.

 

Podemos conciliar investimento e meio ambiente?

A resposta é, claramente, sim.
Nos últimos 5 anos, 10 dos melhores fundos de investimento socialmente responsáveis (RSI), referenciados na Zona Euro pela empresa de gestão de ativos Morningstar, ficaram no top 50 em termos de desempenho. Sem surpresas, estes investimentos, denominados de “responsáveis”, alcançaram mais de 30,7 mil milhões de dólares em 2018.

 

Cada um com a sua visão de desenvolvimento sustentável.

Existem numerosos indicadores e, igualmente, sensibilidades. Preservação da água, desenvolvimento de energia eólica, gestão de resíduos... cada fundo oferece algo que vai ao encontro das aspirações de cada pessoa. Assim, enquanto alguns limitam o investimento em combustíveis fósseis, outros proíbem-no completamente.
Mas será suficiente?

 

Igualdade na saúde.

Deveria o chamado investimento verde e "virtuoso" limitar-se a certos setores ou a certos indicadores baseados no meio ambiente? Não necessariamente. É por este motivo que os fundos estão a ampliar cada vez mais a sua oferta. O Fundo de Desenvolvimento Humano do BNP Paribas está a fazê-lo através da integração de fatores relacionados com a saúde e tornando os seus produtos acessíveis a quem tem menores rendimentos.

 

O que está a ser feito.

Alguns exemplos de investimentos responsáveis no mercado francês:

- Axa, que desenvolveu uma plataforma de crowdsourcing com o objetivo de reunir ideias e opiniões para desenvolver produtos financeiros mais conscientes: monassurancecitoyenne.com
- Caisse d'Epargne e o investimento na Inserção Dinâmica de Trabalho, que favorece o emprego em França.
- O Oney, que com o produto de seguro de vida permite que os clientes optem por investir em empresas que estão a tentar reduzir os efeitos climáticos, disponibiliza o Climate Impact. Um fundo que investe em empresas que estão preparadas para se adaptar às condições climáticas.

Ideia Central

Os produtos de poupança colocam o desempenho financeiro acima de tudo, há já algum tempo. Em parte, porque os consumidores não pediam produtos voltados para a RSC. Além disso, os indicadores não foram suficientemente desenvolvidos. Com estes novos investimentos, o comportamento "virtuoso" requer um pouco mais do que ter sensação de sacrifício.

Atenção!
A sua sessão irá encerrar
dentro de

{{ minutesToPresent }}:{{ secondsToPresent }}

Pretende continuar na sua área de cliente?

Show Timeout Session
Show Timeout Session