Hiperespecialização

Um dia, há hiperespecialistas para tudo (mesmo tudo).

“Tudo sob o mesmo teto” é um conceito do passado. Os hipermercados estão a reduzir o espaço dedicado ao retalho e a privilegiar bens alimentares em detrimento de utensílios domésticos. A tendência chega com uma contrapartida: o regresso das lojas hiperespecializadas. Lojas que são únicas!

 

Chapéus, luvas e velas…

O fenómeno chegou sobretudo às grandes capitais europeias e é sintomático de uma inversão no paradigma do retalho. Nas avenidas principais, as boutiques hiperespecializadas, que comercializam apenas um tipo de produto, estão a (re)aparecer. Algumas nunca chegaram a retirar-se e mantêm-se mais relevantes do que nunca. Em Lisboa, há uma loja que só vende chapéus; outra onde só é possível comprar luvas; outra ainda onde existem velas de todas as cores, formas e aromas…
São estas lojas uma heresia, numa altura em que a internet disponibiliza possibilidades infinitas? Não necessariamente…

 

Gerações de entusiastas.

Estes retalhistas, além de focados, são apaixonados pelos seus produtos! Qualquer boutique de nicho exige a capacidade de ter uma oferta inigualável, algo que poucas marcas conseguem verdadeiramente oferecer.

Em Lisboa, existe uma loja que só vende chapéus. E é a única. Com uma origem que remonta ao final do século XIX (1886), a Chapelaria Azevedo Rua é uma referência neste nicho de mercado. Além de ter oficina própria, a icónica loja comercializa todo o tipo de chapéus (inclusive cartolas), tanto masculinos como femininos.

 

Negócios únicos.

Uma chapelaria com mais de um século de existência e uma luvaria a caminho do centenário. A Luvaria Ulisses, situada no Chiado, em Lisboa, existe há 94 anos e continua a ser uma referência. Nem a decoração da loja mudou desde que foi fundada. Aqui dentro as luvas são as grandes protagonistas, fabricadas com processos inalterados pelo tempo, e com modelos que se adaptam aos gostos de diferentes gerações de clientes.

Mais do que lojas, estes espaços são património. No capítulo da antiguidade, a Caza das Vellas Loreto, fundada em 1789, leva vantagem. Velas para iluminação, decorativas, aromáticas e também de baptizado…São várias as opções, fabricadas com mais de dois séculos de experiência e pelas mãos da mesma família.

Ideia Central

O comércio online não acabou com as lojas. Mais do que nunca, paixão, criatividade e know-how estão no centro destas lojas ultra especializadas, que não desaparecem das grandes cidades. Apesar de as grandes marcas não as verem como concorrência, estas lojas demonstram duas realidades: primeiro, que há espaço para este tipo de oferta; e segundo, que o consumidor está constantemente à procura de autenticidade e de encontrar verdadeiros devotos.

Atenção!
A sua sessão irá encerrar
dentro de

{{ minutesToPresent }}:{{ secondsToPresent }}

Pretende continuar na sua área de cliente?

Show Timeout Session
Show Timeout Session